TRÁFICO DE ESPÉCIES À ESCALA INDUSTRIAL

O comércio de bens naturais é controlado a nível mundial para evitar que plantas, animais, sementes ou pedras, entre outros, sejam vendidos e retirados do seu ambiente normal de vida, de forma excessiva. No entanto, o tráfico ilegal, comércio fora da lei, representa um sério problema para a biodiversidade e para a conservação das espécies. Este tráfico é feito em grande escala, muitas vezes para o bem-estar, conforto e vaidade do ser humano. O marfim (dentes de elefante), o corno de rinoceronte e as madeiras tropicais são alguns dos recursos mais afetados. A Organização das Nações Unidas (ONU) pretende combater estas ilegalidades, bem como a violência e a corrupção associadas às mesmas, através da educação e da divulgação. A ONU apela a que os governos adotem medidas que castiguem quem desrespeitar a fauna e a flora.

por MS e LPL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *