Todos vítimas do mesmo: o extremismo

O que aconteceu em França, na Bélgica, e às pessoas da Síria que fogem para Europa? São todos vítimas do Estado Islâmico (definição aqui).
O que acontece no Nigéria ,desde 2009, são atos criminosos de guerra civil cometido por um grupo jihadista: o Boko Haram, que declarou uma “guerra santa” contra o governo e tem realizado uma campanha de violência no país africano e nos países vizinhos.
No Mali, são os Al-Murabitoun que cometem esses crimes contra quem não seguir a sua ideologia. Sempre existiu, na história da humanidade, esta forma de impôr ideias até chegar ao crime como nas ditaduras.


extremismo usa modelos de ação para governar extremas e radicais para resolver os problemas sociais. A maioria das vezes é associado a um estilo de vida rigoroso com negação de igualdade entre as pessoas. Não existe vários pontos de vista nem há respeito para dialogo ou negociação.

(foto CC –Kaveh F.Azad)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *