SAL: UM PERIGO PARA A SAÚDE

O alerta dado pela Direção-Geral da Saúde é preocupante: mais de 70% das crianças portuguesas entre os 8 e os 9 anos e 80% entre os 13 e os 17 anos, consomem sal acima do que é recomendado.

A gravidade do assunto não deixa ninguém indiferente, visto que Portugal continua a ser o país europeu com o consumo de sal mais elevado, acima do recomendável. Este abuso é muitas vezes associado à hipertensão e ao aparecimento de doenças cardiovasculares graves (cardio = coração / vasculares = vasos sanguíneos).

O cloreto de sódio, mineral presente no sal, é essencial para o nosso organismo, mas já o encontramos em muitas comidas preparadas e deve-se estabelecer limites e formas de reduzir a sua utilização em casa. Mudar não custa e é por uma boa causa: a tua saúde!

Por Manuel Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *