SABIAS QUE?

O Ano Novo e o Dia da Mentira eram o mesmo dia?! 

O Ano Novo existe efetivamente na maioria dos países há 500 anos! O “Réveillon”, noite onde se comemora a passagem de 31 de dezembro para 1 de janeiro, é relativamente recente e essas comemorações variam de cultura para cultura. O novo ano é festejado na China em fins de janeiro ou princípio de fevereiro; no Japão, do dia 1 ao dia 3 de janeiro; em Macau é comemorado entre 15 de janeiro e 15 de fevereiro.
O nosso calendário chama-se calendário gregoriano e é originário dos romanos com a contagem dos dias, meses e anos. No século XVI, o Ano Novo era festejado a 25 de março, data que marcava a chegada da primavera. Celebrava-se a chegada de dias melhores para a agricultura. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril. Entretanto, o Papa Gregório XIII instituiu o 1 de Janeiro como o primeiro dia do ano, mas alguns franceses resistiram à mudança e quiseram manter a tradição. No entanto, algumas pessoas passaram a pregar partidas e ridicularizar os conservadores (pessoas que festejavam o ano no dia 1 de Abril), enviando presentes estranhos e convites para festas que não existiam! É desta forma que nasce o Dia da Mentira! A falsa comemoração do Ano Novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *