RETRATO PARA SEMPRE: JOÃO LOBO ANTUNES

João Lobo Antunes foi um neurocirurgião reconhecido no mundo. Desapareceu este outono, deixando um enorme património intelectual e cultural. O seu pai é que lhe despertou a vontade de explorar a medicina e doutorou-se na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Depois de fazer a sua especialização no departamento de Neurocirurgia em Nove Iorque, Estados Unidos, voltou a Portugal, onde foi eleito para o Conselho Científico da Faculdade de Medicina de Lisboa. Ganhou os principais prémios da área e teve imensas distinções, como por exemplo, foi nomeado pela revista canadiana “Jo Lee” como um dos dezasseis mais influentes neurocirurgiões do mundo. Dedicou a sua vida ao estudo do hipotálamo e da hipófise,  duas pequenas estruturas situadas na base do cérebro, essenciais e responsáveis pela actividade hormonal de todo o nosso organismo.
Foi o primeiro médico da história a implantar um olho eletrónico numa pessoa cega. Já foram colocados estes implantes em 15 invisuais e, graças a ele, os pacientes podem ver algumas formas e cores. João Lobo Antunes fez diferença na vida de todos os seus pacientes e leitores.

por LPL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *