RESTAURANTE DO CHEFE AVILLEZ FOI ALVO DE PROTESTOS

José Avillez é um reconhecido chefe gastronómico português e possui um restaurante no Porto, que foi pintado, no último fim de semana, com tinta vermelha, depois de este se ter deslocado a Israel, para uma mostra gastronómica.
A pintura a vermelho refere-se ao sangue derramado numa guerra com várias décadas de existência entre Israel e o estado da Palestina. Foram também deixadas várias mensagens de alerta nas paredes de fora do restaurante.
O movimento internacional “Boicote, Desinvestimento e Sanções – BDS” apela a que as pessoas não comprem produtos israelitas, nem tomem partido em nenhuma ação patrocinada pelo país israelita.
O chefe José Avillez já fez saber que não vai apresentar nenhuma queixa contra os ativistas que pintaram o restaurante. No entanto, a Polícia de Segurança Pública vai investigar o caso.
PALESTINA E ISRAEL: UM CONFLITO QUE DURA HÁ DEMASIADO TEMPO
A luta armada israelo-palestiniana começou em 1890 e já passou por várias fases, incluindo algumas tentativas para se alcançar a paz. A história começa quando o povo judeu decidiu instalar-se em sítios que consideram ser terras sagradas da sua religião, o judaísmo. No entanto, aquela zona era tipicamente habitada por árabes, na maioria muçulmanos. Atualmente, Israel é um país altamente avançado ao nível militar, que constrói dezenas de habitações apenas para judeus e em sítios que anteriormente eram habitados por palestinianos. A própria Organização das Nações Unidas condena esta política, bem como a violência que ela comporta.
por Luís Grilo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *