PROVAS DE AFERIÇÃO

Marcelo Rebelo de Sousa promulgou, ou seja, autorizou a publicação de uma lei que permite um novo modelo de provas de aferição para o ensino básico. Esta avaliação nacional permite recolher dados sobre os níveis dos alunos nas competências desenvolvidas em Língua Portuguesa e Matemática.

As provas do 4º ano (23 de maio) e 6º ano (3 de junho) não serão obrigatórias, pois os diretores das escolas podem decidir não fazê-las. As provas de aferição do 2º, 5º e 8º anos, realizam-se a 6 de junho para português e a 8 de junho para matemática. No próximo ano letivo, estas provas de aferição serão obrigatórias.

por Manuel Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *