PORTUGUESES DORMEM MAL

Dormir tem tanto de agradável, como de saudável. A Associação Portuguesa do Sono anuncia que metade da população portuguesa não está contente com os seus hábitos de sono. As mulheres são as mais afetadas, principalmente as adultas e as que têm mais de 65 anos de idade.

As perturbações de sono e as insónias (não conseguir adormecer) têm consequências na realização de tarefas com sucesso, ao longo do dia.

Por vezes, estes problemas passam ao lado das pessoas que estão demasiado concentradas no seu ritmo de trabalho ou de estudo e se esquecem da seriedade destes transtornos. Fazer diretas (passar noites sem dormir) com frequência ou acordar várias vezes durante o sono são sinais de disfunção e devem ser corrigidos.

É aconselhado dormir entre 9 a 11 horas para pessoas dos 6 aos 13 anos, 10 horas para pessoas com 14 anos e entre 7 a 9 horas a partir dos 18 anos.

por Manuel Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *