POLUIR O RIO. RECEBER PARA LIMPAR. VOLTAR A POLUIR

A pedreira Nicolau de Macedo é suspeita de contaminar, através de grandes descargas, o Rio  Ave. O leito do rio fica com uma cor branca, resultado do pó de pedra descarregado na água. A pedreira já tem um longo historial de crime ambiental,  tendo  colecionado mais de 20 “denúncias” de situações parecidas na GNR.

Um dos responsáveis desta pedreira é Gaspar Borges. E é aqui que as coisas se complicam mais: este homem é também um dos responsáveis pelo Sistema Integrado de Despoluição do Vale do Ave, que, de uma forma simples, é uma “plataforma” entre várias empresas da zona do Vale do Ave. Ou seja, as empresas daquela zona pagam para que as suas “águas sujas” sejam tratadas, exatamente para não poluir o rio e restante natureza.

Sobre esta última descarga, a pedreira veio informar que tudo se deveu a uma avaria. No entanto, em setembro de 2015, a empresa foi impedida de trabalhar normalmente, exatamente por fortes suspeitas de crimes ambientais. O facto é que para despoluir o Rio Ave têm sido investidos milhões de euros. Todavia, este rio continua a ser um dos mais poluídos da Europa.

por Luís Grilo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *