PLÁSTICOS A ARDER EM MIRANDELA

mirandela
Em Mirandela, no antigo complexo agro-industrial do Cachão, de quatro hectares, ardem plásticos de forma contínua. Estes eram destinados a reciclagem e foram coletados pela empresa Mirapapel, que está lá instalada com vários armazéns. Em 2013, já ardeu um armazém durante um ano inteiro, sem que nada fosse feito.

Em fevereiro deste ano recomeçou o inferno: montanhas de lixo estão a ser queimadas. , Pedro Soares, deputado do Bloco de Esquerda e presidente da Comissão Parlamentar de Ambiente, afirmou que esta situação é “Um cancro ambiental no meio de uma paisagem formidável, marcada pelo Vale do Tua”.

Ninguém quer a responsabilidade de retirar os materiais de plásticos que alimentam a combustão: nem a empresa, nem os responsáveis dos imóveis do complexo do Cachão, também constituído pelas autarquias de Mirandela e Vila Flor. Entretanto, a população local já se manifestou contra esta situação ambiental alarmante a todos os níveis.

(na foto o primeiro incêndio em 2013)

por LPL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *