ONU EXIGE CESSAR-FOGO

A Guerra da Síria está longe de acabada e as vítimas já ultrapassam as 300 mil. Apesar de existir um acordo de cessar-fogo (significa que todas as partes envolvidas na guerra não se podem atacar), a cidade nortenha de Aleppo assistiu a um aumento da violência, tendo levado o Secretário-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) a pedir que se respeite o cessar-fogo.
Nas últimas semanas o mundo assistiu chocado ao bombardeamento de um hospital, vitimizando crianças e o último pediatra de Aleppo, e ao ataque a um campo de refugiados, onde muitas pessoas perderam a vida, principalmente mulheres e crianças. Estas duas situações poderão vir a ser consideradas “crimes de guerra”, o que significa que uma das partes do conflito ataca alvos humanos ou materiais que não são militares.

por Luís Grilo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *