O FENÓMENO VIRTUAL POKéMON GO

ポケモン

Pokémon é a abreviação da marca japonesa  “Pocket Monsters” (que significa “monstros de bolso”). Famosa pelas mangas, filmes, jogos, brinquedos, a história roda sempre à volta de um total de 721 pokémons que os seres humanos capturam para treinarem e lutarem uns contra os outros. O mais famoso era o Pikachu, que com o seu ar fofinho não deixava de ser um grande lutador. Foi um fenómeno incrível no fim dos anos 90, com o desenvolvimento das cartas de ação.

 

POKEMON GO

A lógica quer que num mundo digital, com novos jogos a surgirem todas as semanas nos telemóveis, existem jogos de interação direta com o utilizador. Os Pokémons fazem um retorno aclamado pelo mundo inteiro com a aplicação Pokémon Go da Nintendo. Com mais de 15 milhões de utilizadores em poucos dias, está a tornar-se viral e a quantidade de acidentes registados por utilizadores do jogos começa a ser preocupante. O problema maior é o facto dos utilizadores olharem simplesmente para o seu ecrã e não se aperceberem da realidade à volta. Efetivamente o jogo coloca pokémons virtuais no ecrã através da câmara do telemóvel, que o utilizador deve capturar e colecionar. O princípio de coleção tem um aspeto viciante e difícil de controlar porque o desejo de ter a coleção completa. Cuidado porque estes tipos de jogos criam uma coleção que nunca fica completa… uma caderneta de cromos onde faltarão sempre alguns.

por LPL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *