MIKAELA: APRENDER NÃO TEM FIM

Mikaela Fudolig das Filipinas, arquipélago asiático, entrou na universidade aos 11 anos. Estudou com sucesso Física no programa especial para jovens sobredotados e acabou com a melhor média da sua licenciatura. Tinha então 16 anos. Este programa especial permitiu a crianças, como a Mikaela, de serem aceites na universidade, sem sofrerem a nível social e emotivo, o que pode acontecer com um grupo com grandes diferenças de idade.

Depois de doutorar e de entrar num grupo de investigação em física, foi professora na Universidade do Instituto de Física Filipinas e tornou-se bolsista Fulbright em Economia na Universidade da Califórnia-Irvine. Agora com 24 anos, Mikaela quer seguir para a faculdade de Direito. Desafia a todos a não irem nos caminhos já desenhados, mas de começar a desenhar outros, para mudar o mundo.

por LPL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *