LINHA DE APOIO À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

É importante denunciar a violência doméstica (contra crianças, mulheres, homens ou idosos da família) pois é um crime público. Ou seja, qualquer pessoa que assista a uma situação de violência deve apresentar queixa na polícia.

lav
A Linha de Apoio à Vítima da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) regista, em média, 17 chamadas por dia. Estes dados referem-se ao período entre novembro de 2014 e dezembro de 2015, nos quais mais de 80% das vítimas são mulheres.

Por esta razão e por outras, nasceu no início de 2016, a Linha de Apoio à Vítima Idosa de Violência Doméstica. Com 9 casos sinalizados desde que iniciou atividade, esta associação pretende apoiar as vítimas com mais idade que passam por episódios de violência. Muitas vezes concretizados por filhos ou familiares próximos das vítimas. Como em muitos outros casos, a vergonha é o sentimento dominante que impede as queixas de chegarem às autoridades competentes.

No passado dia 22 de fevereiro assinalou-se o Dia Europeu da Vítima de Crime mas não é só um dia que importa.
São os 365 dias do ano onde nenhum tipo violência pode ser tolerável em casa.

por Luís Grilo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *