LEGISLATIVAS 2015 – o que é isso?!

Nas eleições legislativas, no próximo dia 4 de outubro, serão eleitos os 230 deputados que estarão na Assembleia da República na próxima legislatura.  O resultado das eleições decide também como será formado o próximo governo.

“A democracia é o pior de todos os sistemas com exceção de todos os outros”. Esta frase de Winston Churchil, que Sérgio Godinho musicou, dá que pensar. A democracia assenta na ideia de que através do voto o povo escolhe as ideias, os programas e as pessoas que asseguram o  exercício do poder. Viver em democracia, por isso, significa que podemos discutir as nossas ideias em conjunto e eleger e ser eleitos em várias situações. Ao contrário de outros sistemas, não existem diferenças fundamentais entre quem elege e quem é eleito, não havendo restrições especiais nem no direito de voto (todos os cidadãos maiores de idade têm esse direito e dever), nem no direito de ser eleito (apenas o exercício de algumas funções no estado, alguns crimes que se possam cometer e regras de incompatibilidades e limitação de mandatos podem impedir alguém de ser candidato a exercer funções públicas). Esta liberdade que temos é um valor fundamental mas é, sem  dúvida, um processo que, para funcionar, exige muito de todos: exige participação na discussão e nas decisões e exige atenção e vigilância, assim como exige transparência e honestidade. E em qualquer circunstância encontrará sempre problemas e desafios, já que todas as funções são asseguradas por pessoas tão (im)perfeitas como cada um de nós.

por João Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *