ESCANDALOSO TRATO DAS CRIANÇAS PELA CANDIDATA DE EXTREMA DIREITA ÀS ELEIÇÕES FRANCESAS

Em 2017, a França elegerá um novo presidente e os debates já começaram há muitos meses. A quantidade de intervenções dos representantes dos diversos partidos que se vão apresentar nas eleições, multiplicam-se. A candidata pelo partido de extrema direita do Front National, Marine Le Pen, foi a responsável esta quinta-feira por mais uma declaração chocante, indo contra a própria Constituição Francesa. Diz que nada tem contra estrangeiros, acrescentando: “Mas digo-lhes: se vêm para o nosso país, não esperem que tomem conta de vós, que as vossas crianças terão acesso à educação sem custos”. Este tipo de declaração vai contra a lei francesa, que desde 1881 permite o acesso à educação gratuita para todos, A própria constituição francesa, desde 1946,  também declara a escolaridade gratuita e obrigatória, independentemente da situação social e financeira dos pais, para todas as crianças de 6 aos 16 anos.. Além disso, a França assinou também a convenção dos Direitos das crianças, onde o artigo nº 28 afirma: “A criança tem direito à educação e o Estado tem a obrigação de tornar o ensino primário obrigatório e gratuito, encorajar a organização de diferentes sistemas de ensino secundário acessíveis a todas as crianças e tornar o ensino superior acessível a todos, em função das capacidades de cada um. A disciplina escolar deve respeitar os direitos e a dignidade da criança. Para garantir o respeito por este direito, os Estados devem promover e encorajar a cooperação internacional.” nota da UNICEF.

ver http://www.unicef.pt/docs/pdf_publicacoes/convencao_direitos_crianca2004.pdf

por LPL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *