EMPRESÁRIOS DE DIVERSÕES MANIFESTAM-SE

Os empresários e profissionais de diversões (como por exemplo, carrosséis) manifestaram-se na terça-feira, em frente ao ministério das Finanças, em Lisboa, para fazer uma declaração no livro de reclamações. Os manifestantes exigiram serem recebidos pelo governo, o que não veio a acontecer. Não foram recebidos nem no Ministério das Finanças, nem no da Economia, nem da Cultura, onde se deslocaram à procura de respostas. A polícia não permitiu a entrada no Ministério das Finanças e teve que usar a força para conter a manifestação. A Associação Portuguesa de Empresas de Diversão afirma que este incidente causou 12 feridos.
A manifestação aconteceu porque os trabalhadores exigem melhores condições para as empresas de diversão. Em 2014, os empresários conseguiram que todos os partidos votassem uma lei que lhes traria as condições há muito exigidas, como pagar menos impostos, bem como ter melhor regulação no sector dos carrosséis. Uma lei que já foi publicada no Diário da República, mas nunca foi aplicada e sem nenhuns avanços práticos.
por Luís Grilo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *