CONGRESSO DO PS

Congressos políticos: o que são?


Durante o fim de semana de 3 a 5 de junho, decorreu o Congresso Nacional do Partido Socialista Português, em Lisboa. As diversas figuras políticas do partido discutiram o passado, o presente e o futuro da governação do país, bem como uma imensidão de assuntos nacionais e internacionais, como o crescimento económico ou a atitude mais acertada perante as “regras” europeias. O primeiro-ministro António Costa é também Secretário-Geral do PS.
Os congressos são, normalmente, a reunião mais importante de um partido político. Depende muito de cada organização ou partido, mas é habitual os congressos nacionais acontecerem anualmente ou de dois em dois anos (bianual).


O que se faz num congresso político?

A razão de ser dos congressos políticos é eleger os dirigentes dos partidos (Presidente, Comissões Políticas, etc.) e as pessoas com responsabilidades apenas em relação ao congresso. Também se discutem e aprovam as moções, ou seja, os documentos que orientarão e definirão o rumo e a atitude política de determinado partido até acontecer um novo congresso.

 

Quem participa?

Os participantes neste tipo de eventos são chamados “delegados”. Para isso tem que se ser aderente ou militante do partido em questão.

Ser militante pressupõe partilhar da ideologia (ideias e ideais) dessa mesma organização política. A maioria dos partidos representados no Parlamento português possuem Juventudes partidárias, que agregam os militantes mais jovens. Para fazer parte das Juventudes não há um limite mínimo de idade, só máximo, dependendo de cada uma delas. Deve escolher-se bem antes de entrar para uma organização deste tipo, pois é permitido estar inscrito em apenas uma.
por Luís Grilo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *