CALÇADO PORTUGUÊS ANIMA A ECONOMIA

Os sapatos produzidos em Portugal são um dos maiores orgulhos dos empresários do nosso país. Foi um dos sectores que mais exportou, tendo quase atingido a marca dos dois mil milhões de euros em 2015!

Esta semana soube-se que um grupo holandês, Nimco, prepara-se para abrir a sua nova fábrica em Oliveira de Azeméis. Este novo investimento quer dedicar-se a calçado ortopédico (receitados pelos médicos, ajustado à necessidade específica do paciente) e a sapatos personalizados e para isso foram empregues 800 mil euros.

O governo português prepara uma série de apoios que sirvam o sector ao nível das inovações, das exportações e das vendas, bem como da melhoria e qualificação dos trabalhadores. O próprio ministro da economia, Manuel Caldeira Cabral, reconhece que as marcas feitas em Portugal significam, em qualquer parte do mundo, muita qualidade e conforto.

No último dia 14, começou em Milão a maior feira de calçado do mundo. Portugal esteve representado por 95 empresas. É a maior “comitiva” de sempre naquela feira, tudo em nome dos sapatos “made in” Portugal. Para 2016, o sector espera um crescimento superior a 1%, uma vez que foi essa a marca atingida em 2015.

por Luís Grilo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *