GALERIAS DE ARTE AO AR LIVRE

ART URBANAIrreverente, inesperada e interventiva. É assim a street art (arte de rua), que não para de surpreender quem anda pelas ruas, praças e vielas portuguesas. Quando menos se espera, surgem verdadeiras obras de arte nas paredes de edifícios, muros, túneis ou pontes, rea- lizadas com recurso a diferentes técnicas e seguindo diferentes estilos, mas todas dignas de serem admiradas. Assim, as ruas transformam-se em verdadeiras galerias ao ar livre, com entradas gratuitas

É disso bom exemplo o português Alexandre Farto, mais conhecido por Vhils, autor de trabalhos um pouco por todo o mundo. Ele usa martelos e picaretas para realizar grandes desenhos esculpidos em paredes. Tornou-se num artista tão importante que foi condecorado pelo presidente da república, Aníbal Cavaco Silva, nas comemorações do Dia de Portugal. Mas a manifestação de arte de rua mais popular é o graffiti. Não há cidade que não o tenha, mais ou menos colorido, mais ou menos visível…
Uns gostam e consideram-no uma forma de arte, outros não deixam de o ver como uma forma de poluição e até crime, porque é feita em paredes privadas. Hoje em dia, algumas cidades começam a disponibilizar aos graffiters zonas específicas para fazerem as suas pinturas.

por SANDRA SIMÕES

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *